Crônica de um crime anunciado

A violência em nossa cidade tem se intensificado a cada dia, assalto a residências, a pessoas, carros, motos, nada nem ninguém tem ficado ileso, vivemos com medo e acuados pela marginalidade.

No mês de dezembro do ano passado foi à vez da SAB da Catingueira sofrer com a ineficiência da política estadual de segurança pública, a sede da SAB foi arrombada e saqueada por marginais que não pouparam nada. Na ausência de terem o que roubar depredaram o patrimônio que é da comunidade; mas esta é uma crônica de um crime anunciado, pois a muito tempo a comunidade através da SAB e de sua presidente Simone Nascimento, vem pedindo as autoridades públicas competentes as providências, tais como a colocação de lâmpadas nos postes que ficam na quadra localizada no fundo da sede, pois a muito tempo o local já se tornou um ponto de consumo de drogas e reunião de meliantes, além da reabertura do posto policial da Catingueira (fechado a mais de 10 anos).

Bom, como o poder público nada fez, a SAB foi arrombada e saqueada como já era previsto por todo mundo.

Mais ao menos sabemos que, que para os nossos gestores, este parece ser o rumo normal das coisas, infelizmente.

Print Friendly

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *