Minha Casa Minha Vida terá tecnologia alemã de sustentabilidade

mcmv_brasil e alemanha

O programa de habitação popular Minha Casa Minha Vida será alvo de inovação graças a uma parceria firmada entre os governos brasileiro e alemão. Será construído, no Rio de Janeiro, o primeiro condomínio do programa com técnicas e intervenções adotadas na Alemanha no sentido de sustentabilidade. Técnicos dos dois países integrarão um Grupo de Trabalho para desenvolver as moradias.

“A parceria com a Alemanha permitirá adotarmos soluções de ventilação, iluminação e painéis solares, incorporando, assim, o conceito de sustentabilidade nessas construções”, explicou o ministro das Cidades, Gilberto Kassab.

Brasil e Alemanha discutiram acordos e parcerias nas áreas de habitação, saneamento, entre outras

O ministro reuniu-se com representantes do governo alemão para discutir projetos de cooperação na área de eficiência energética.

Além da possibilidade de concessão de financiamento para a instalação de painéis solares nas unidades do Minha Casa Minha Vida, foi discutida com o ministro do BMZ – Ministério Federal de Cooperação Econômica e Desenvolvimento da Alemanha, Gerhard Müller, recursos para questão de resíduos sólidos urbanos.

O encontro com a ministra do Meio Ambiente, da Proteção da Natureza, Construção e Segurança Nuclear da Alemanha (BMUB), Barbara Hendricks, serviu, segundo Kassab, para revisar o projeto de biogás no Brasil, o Probiogás, além de tratar de novos acordos sobre eficiência energética na distribuição de água e em mobilidade urbana.

Na área de saneamento, os representantes dos dois países abordaram eficiência energética nos sistemas de abastecimento de água, em especial nas grandes cidades brasileiras.

“Iniciamos um entendimento com a ministra Barbara Hendricks para que a gestão do lodo fosse fruto de um novo convênio. A receptividade à proposta foi muito boa. Acredito que vamos iniciar esse trabalho conjunto em curto prazo”, disse o ministro das Cidades.

Fonte: Ministério das Cidades

Imagem: Bruno Alencar/Ministério das Cidades

 

Print Friendly

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *