Oposição se comprometeu em aprovar o Plano de Habitação de Interesse Social

reuniao_comunitarios2

reuniao_comunitarios2O presidente da União Campinense das Equipes Sociais (UCES), João Batista da Silva, juntamente com os dirigentes, presidentes e integrantes das Sociedades de Amigos de Bairros de Campina Grande, conseguiram um grande avanço junto à Câmara Municipal de Campina Grande, e o compromisso dos nove vereadores da bancada de Oposição de votar favorável ao Plano Municipal de Habitação de Interesse Social, em tramitação no Poder Legislativo campinense.

Os comunitários estiveram reunidos com os vereadores e estes se comprometeram em votar favoravelmente à matéria. João Batista acredita que o empenho dos comunitários na iniciativa foi muito importante e imprescindível, pois o projeto beneficiará centenas de pessoas de Campina Grande.

O presidente da Câmara Municipal de Campina Grande, vereador Nelson Gomes Filho, e diversos outros vereadores se reuniram com os representantes da UCES, e das SABs, para tratar de Políticas Públicas para a Habitação no município. A reunião aconteceu na sala da presidência e no Salão Azul do Parlamento. Participaram da rodada de reuniões dentre outros os vereadores Nelson Gomes Filho, Ivonete Ludgério (líder da Oposição), Daniella Ribeiro, Rodolfo Rodrigues, Tovar Correia Lima, Alcides da Weider. Os demais parlamentares se encontravam no mesmo horário em uma Sessão do Poder Legislativo, porém conversaram com os líderes comunitários e firmaram compromisso.

O presidente da UCES, João Batista, afirmou que representantes de entidades e movimentos populares estão mobilizados em prol da aprovação da matéria, e é da maior importância os debates para se chegar a um denominador comum. Ele acredita que a matéria será aprovada pelo Poder Legislativo.

Na oportunidade o presidente da Casa se comprometeu com os líderes comunitários de que a Casa não dificultará a votação do Projeto de autoria do Poder Executivo que trata de construção de casas para pessoas de baixa renda. Nelson confirmou para a próxima semana, mais precisamente na terça-feira, a votação do Projeto de Lei que trata de construção dessas moradias.

O Plano Municipal de Habitação de Interesse Social irá consolidar o planejamento das ações da Prefeitura referentes à questão habitacional, com o objetivo de promover o acesso à moradia digna na cidade. O Termo de Adesão da Prefeitura de Campina Grande ao Plano de Habitação de Interesse Social foi realizado em julho de 2007, quando houve o comprometimento de criar o Conselho Gestor e o Fundo Municipal de Habitação, sem os quais a cidade não estará habilitada e não poderá receber os recursos dos programas federais de Habitação de Interesse Social e até de agências internacionais como o Banco Mundial e o Banco Interamericano de Desenvolvimento.

Todos os parlamentares presentes às discussões elogiaram a participação da UCES, das SABS e de outras entidades comunitárias nos debates, destacando ser da maior importância que os diversos segmentos da sociedade dialoguem e busquem em conjunto as soluções para os problemas do Município. Os mesmos elogios foram feitos aos vereadores interessados no desenvolvimento de Campina Grande.

Print Friendly

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *