UCES entrega unidades habitacionais em Campina Grande

Discurso_Joao_casas

Em solenidade bastante prestigiada a UCES entregou no último dia (22/10), 52 unidades habitacionais das 100 que estão sendo construídas pela entidade e que serão totalmente entregues até o final de novembro/2014, através do Programa Nacional de Habitação de Interesse Social do Ministério das Cidades e executadas com recursos do Fundo Nacional de Habitação de Interesse Social – FNHIS.

O Residencial COMUNITARIUS II está localizado no Conjunto Chico Mendes, no Bairro de Bodocongó III, em Campina Grande e está tornando realidade o sonho da casa própria para as 100 famílias que não possuíam imóvel, que tinham renda familiar de até R$ 1.600,00 e que foram beneficiadas com o projeto por atender aos demais critérios estabelecidos pelo Ministério das Cidades.

As unidades habitacionais entregues possuem área de 46,00 m², com sala, cozinha, banheiro, 02 quartos e área de serviço e atendem aos requisitos de qualidade exigidos pela CEF e pelo Ministério das Cidades, além de contar com toda a infraestrutura urbana, como pavimentação, drenagem, rede de água e esgotos e iluminação pública.

A cerimônia contou com as presenças do prefeito em exercício, Nelson Gomes Filho, do presidente da Câmara Municipal de Vereadores, Antônio Alves Pimentel Filho, da Coordenadora de Meio Ambiente, Denise de Sena, da Secretária Nacional de Habitação, Inês Magalhães (representando o ministro das Cidades, Gilberto Occhi), da presidente da CAGEPA, Emília Correia Lima, do presidente da FEPAMOC (Federação Paraibana do Movimento Comunitário), Antonio Upiraktan Santos, entre outras autoridades, além de diversas lideranças comunitárias das entidades filiadas à UCES, dos beneficiários do projeto e da própria comunidade do Conjunto Chico Mendes.

A secretária nacional de habitação, Inês Magalhães, ressaltou a importância da parceria efetiva do Ministério das Cidades com os movimentos sociais na implementação da política de habitação e disse que “o Residencial Comunitarius II, construído pela UCES e que está sendo entregue é exemplo do sucesso dessa parceria”.

O prefeito em exercício de Campina Grande, Nelson Gomes Filho, ao se pronunciar falou da alegria e felicidade de estar participando deste momento tão importante promovido pela UCES, que irá beneficiar neste primeiro momento 52 famílias carentes do nosso município que não tinham onde morar e lembrou que a prefeitura municipal e a câmara de vereadores participaram efetivamente deste projeto quando aprovaram a doação desta área, possibilitando a realização deste sonho para tantas famílias e que ele vai ter a honra de entregar a primeira chave à família beneficiária do Residencial Comunitarius II.

A presidente da CEHAP, Emília Correia Lima, inicia sua fala dizendo que “a UCES e o movimento comunitário fazem parte da sua formação e é um referencial para ela” e lembra o convênio de parceria e cooperação técnica firmado entre a CEHAP e a UCES, “fato que contribuiu para que a entidade sempre estivesse na dianteira quando se refere a projetos de habitação na Paraíba e se tornasse uma referência a nível nacional na construção de unidades habitacionais de interesse social e tenha a possibilidade de contribuir real e efetivamente no combate à diminuição do déficit habitacional de Campina Grande”, disse Emília.

O vereador Antônio Alves Pimentel ressaltou a importância da iniciativa da UCES e parabenizou o seu presidente e comentou: “entidades da sociedade civil, como a UCES, poderem estar participando de programas habitacionais como este está mudando a vida da população, pois este é um empreendimento que contempla as famílias mais carentes de nosso município, que pagavam aluguel e na maioria dos casos viviam em habitações insalubres”.

João Batista, presidente da UCES, ressaltou que “este é um dia histórico para o movimento comunitário de Campina Grande. É um momento de agradecer a Deus e motivo de muito orgulho para todos nós, porque, a despeito daqueles que duvidaram que a UCES tivesse capacidade para concluir esta obra, ela hoje está sendo entregue e que, o mais importante é ver a alegria estampada no rosto dessas pessoas por estarem realizando o sonho de ter sua casa própria”. E continuou: “nós que fazemos a UCES temos a sensação do dever cumprido, pois este é um projeto de dignidade para todas as famílias contempladas, porque a vida de todos vocês e suas famílias irão mudar daqui pra frente”. “Também queremos compartilhar a alegria desse dia com todos aqueles que nos ajudaram nessa caminhada, aos diretores da UCES, aos nossos parceiros, como o Ministério das Cidades, a PMCG, a CEHAP, a CAGEPA, a ENERGISA, a CEF, a Equipe Técnica Social, aos membros da Comissão de Acompanhamento das Obras, aos representantes das entidades filiadas, aos beneficiários do projeto e enfim, a todos que direta ou indiretamente contribuíram para a realização deste sonho para as 100 famílias que aqui irão residir”.

E concluiu dizendo que: “o sonho não acaba aqui, pois a entidade está habilitada pelo Ministério das Cidades para construir 1.000 unidades habitacionais e que a UCES irá continuar trabalhando para beneficiar as pessoas mais carentes do nosso município e contribuir de forma efetiva para diminuir o nosso déficit habitacional, pois novos projetos virão, inclusive com outro já aprovado pela Caixa Econômica Federal, através do Programa Minha Casa Minha Vida, com 208 unidades habitacionais, que serão construídas aqui no bairro das Malvinas”.

Dona Maria de Lourdes Sousa Lira, beneficiária do projeto, disse que “Esta é uma dádiva de Deus e agradece a UCES por ter lhe propiciado este presente, de ter enfim, realizado o sonho de morar na casa que ela pode dizer que é sua”.

Compartilhando da mesma alegria, Daniele Barbosa da Silva revelou que a partir de hoje ela e sua família estão começando uma nova vida, porque “não estão recebendo apenas uma moradia, estamos recebendo uma moradia digna, de qualidade e que iremos cuidar dela com todo o zelo do mundo, pois este é um presente divino, pois nunca mais irá pagar aluguel”. “Hoje, vamos começar a viver com mais dignidade, graças a Deus, ao presidente João Batista e a todos os que fazem a UCES”, concluiu Daniele.

Print Friendly

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *